16.8.06

ALÉM DO MAIS...



- A Editora Abril lança em São Paulo a revista em quadrinhos Pato Donald, personagem criado por Walt Disney, um dos maiores sucessos editoriais do gênero no Brasil.





- São lançadas várias obras literárias de peso: O Cão sem Plumas, de João Cabral de Melo Neto; Geopolítica da Fome, de Josué de Castro; Auto do Possesso, de Haroldo de Campos e Crise da Filosofia Messiânica, de Oswald de Andrade.



- Emilinha Borba é eleita a melhor cantora do Brasil, em votação direta.





- Renovando a engenharia brasileira, é criado em São Paulo o ITA - Instituto Tecnológico da Aeronáutica, o mais alto instituto de ensino e pesquisa do país.



- O jornal Tribuna da Imprensa denuncia a imposição de censura política em São Paulo. Segundo o jornal, "(...) a antiga Divisão de Diversões Públicas, cujas finalidades eram a censura educativa e moral, perde suas funções para constituir secção do Departamento de Ordem Política e Social da Secretaria de Segurança Pública, e seus funcionários exercem, agora, a pretexto de censura de costumes, coação ideológica e política nos textos de rádio-teatro de várias emissoras paulistas. Os redatores são obrigados a tirar cópia especial de todos os textos destinados à censura. Na Rádio Excelsior, peça radio-teatral foi impedida de ser radiofonizada; os radialistas protestaram, e o censor concordou, por fim, que fosse levada ao ar. Mas, riscou de vermelho estas palavras, frases e períodos que considerou 'Atentatórios à Moral e à Ordem': 'Operários', 'Proletários', 'Movimentos Populares' e 'Revolução foram riscadas pela censura. Procedimento idêntico teve o DOPS com outra peça em que era romantizada uma série de assassinatos de motoristas (...) Na Rádio América, de propriedade de Ademar de Barros, há censura, mas exercida pela própria direção da empresa (...) Os redatores são obrigados a substituir as palavras 'Operário' e 'Patrão' por 'Empregado' e 'Empregador'. A não observância dessas recomendações eqüivale á demissão do emprego. Nessa emissora, a censura é condição mesma de trabalho."



- O Corinthians ganha o primeiro torneio Rio-São Paulo, ficando o Vasco da Gama, bi-campeão carioca de futebol, com o vice-campeonato.



- O Brasil possui uma população de 51.944.397 habitantes, segundo o
Sexto Recenseamento Geral do Brasil. Deste total, 25.885.001 (49,83%) são homens, e 26.059.396 (50,17%), mulheres. Os brancos totalizam 32.027.661 (61,66%), enquanto somente 5.672.657 (10,9) se consideram negros. 18.588.722 (35.78%) são alfabetizados, os analfabetos totalizando 24.907.596 ou 47,95 % do total. Da totalidade de domicílios recenseados (10.046.199), somente em 15,56% há água encanada (1.563.272); em 24,55% (2.466.898), eletricidade; e em 33,02% (3.317.562), sanitário.




- Mangueira e Império Serrano repetem o duelo do ano anterior e, novamente, em desfiles diferentes, vencem os respectivos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro, a primeira com o incrível enredo Plano Salte – Saúde, Lavoura, Transporte e Educação (samba-enredo de Nelson Sargento e Alfredo Português) e a segunda com o enredo Batalha Naval de Riachuelo (samba-enredo de Silas de Oliveira, Mano Décio e Penteado).




- Morre o cientista Vital Brasil.





- Nasce a atriz Sônia Braga.





- O Palmeiras ga
nha o campeonato paulista de futebol, ganhando do Santos por 2 X 1.




- Considerada uma nova heroína brasileira, Ada Rogato, em um fato inédito, sobrevoa os Andes de avião.




- Nasce no Ceará o cantor Fagner.




- Apesar de não se produzir aparelhos de TV no Brasil, Chatô consegue vender um ano de espaço comercial para várias empresas, Moinho Santista, Anta
rctica, Sul América Seguros etc.


- Derrotando o América pelo placar de 2 X 1, e com goleadas históricas durante todo o campeonato (4 X 0 no Fluminense, 9 X 1 no Madureira, 7 X 0 no Canto do Rio, 7 X 2 no Bonsucesso), o Vasco da Gama se sagra bi-campeão carioca de futebol de 1950.

0 comentários:

Postar um comentário

<< Home